Guia PS para iniciantes. Ferramentas, comandos e dicas

http://img73.imageshack.us/img73/5642/adobephotoshopc.jpg

Vamos dar uma olhada em várias ferramentas que nos proporcionarão mais facilidade em executar um excelente trabalho no Photoshop. Este programa tem como principal característica, processar e tratar imagens, podendo ser utilizado ainda para inúmeras outras funções. Todos sabemos que nos dias de hoje a imagem vale mais que mil palavras. Através do Photoshop poderemos retocar fotos, dando mais brilho, contraste e nitidez, criar efeitos, manipular imagens e muito mais. A arte final de suas obras vai depender exclusivamente da sua criatividade e empenho.

CARREGANDO UM ARQUIVO

Existem várias maneiras de se carregar um arquivo no Photoshop. A mais simples de todas é através do comando Abrir no menu Arquivo. Assim que clicar nela, surgirá a caixa de diálogo Abrir, onde você poderá selecionar o arquivo desejado.

SE INTEIRANDO SOBRE ALGUMAS FERRAMENTAS, COMANDOS E DICAS.PENCIL(LAPIS)

 

A ferramenta Pencil (lápis) aplica sobre uma nova superfície um traço seco na cor foreground.

ERASER(BORRACHA)

A despeito de seu nome, a ferramenta Eraser (borracha) não pode ser encarada como um simples removedor de pixels. Ela de fato altera os pixels por onde passa, mas o resultado do “apagamento” depende dos ajustes que realizamos na paleta Options antes de iniciarmos a operação.

GRADIENT(DEGRADÊ)

A ferramenta Gradient gera uma transição gradual de uma cor para outra, sendo um recurso excelente para a criação de planos de fundo. As cores inicial e final podem ser diversas – você pode selecionar as sua conveniência no menu pop-up Gradient da paleta Options. Você também pode controlar a maneira pela qual ocorre a transição.

PEN TOOL(FERRAMENTA CANETA)

Ferramenta muito poderosa, na criação de formas e seleção de objetos. Com ela podemos criar formas com retas e curvas, usando a ferramenta seleção direta conjuntamente,(tecla CRTL para ativar a seleção direta dentro da ferramenta caneta)usando a criação de pontos de ancoragem.
O mesmo procedimento seguido de uma criação de seleção pode ser usado para rcortes mais detalhados.

EYEDROPPER(CONTA-GOTAS)

Freqüentemente se torna necessário programar as cores foreground ou background com determinadas cores que aparece na imagem em edição, em geral a operação através do Color Picker ou das paletas de cores e amostras, além de imprecisa, é demorada. O Photoshop resolve esse problema com a ferramenta Eyedropper (conta-gotas). Basta clicar com a cursor da ferramenta sobre a cor que deseja “absorver” na imagem e pronto: a cor foreground assume as características da “absorvidas”.

PATHS(CAMINHOS)

Paths, ou caminho são linhas ou curvas que criamos com a ferramenta Pen (Caneta). Diferentemente da ferramenta Pencil, que gera traçados livres sobre a imagem, a ferramenta Pen cria paths que, apesar de aparecerem sobre a área de trabalho, não são constituídas de píxels, portanto não são impressas. São apenas entidades lógicas que tem por finalidade criar traçados que posteriormente serão cobertos por ferramentas como o Paintbrush, Airbrush e Pencil. Como recurso adicional (e considerado até mais valioso), os traçados criados pela ferramenta Pen podem ser transformados em seleções, com bordas uniformes e sem recortes. Se você experimentou a ferramenta Lasso, percebeu como é difícil evitar traçados contínuos (como antialias entriseco) e pelo pouco espaço que ocupam em disco, ao contrário das seleções comuns. Os paths, embora não sejam ferramentas preferidas para a criação e edição de seleções, não deixam de ser uma opção atraente, principalmente para geração de determinados efeitos. Explore a paleta do paths, tentando aplicar sobre ela as mesmas operações possíveis com a paleta Layers, tais como renomeação, criação e remoção do paths.

CANAIS E MÁSCARAS

Você treinou bastante o manuseio das ferramentas de pintura? Pois saiba que a destreza na utilização dos pincéis, aerógrafos, lápis, etc. Pode ser aplicada não apenas em operações em que envolvem tentas e cores, mas também em seleções. Você ainda sente dificuldades em lidar com as ferramentas de seleção? Que tal criar seleções utilizando ferramentas de pintura? Imagine que seu cliente (ou patrão) encomende uma foto contendo um leão descansando na areia da praia. Bem, você teria de selecionar o leão em alguma foto e aplicar a seleção (via Copiar/Colar) sobre a paisagem solicitada. Nada demais, não fosse o incômodo fato de que o animal ostentar uma juba terrível de selecionar (cabelos e pelos são o pavor dos operadores). É natural que,executada o extenuante trabalho, você queria gravar a seleção em algum lugar a fim de utilizá-la em outra ocasião. O Photoshop se encarrega disso para você, armazenando a seleção em uma parte do arquivo chamada de canal
Assim como a paleta Camadas administra as camadas, a paleta Canal controla os canais. Excetuando-se os ajustes de Blend e Opacidade, elas são bastante parecidas, foto que você pode comprovar realizando a operação de renomeação e reordenamento de canais. Os pequenos olhos, igualmente presentes, controlam a visibilidade do canal correspondente. Apenas os botões situados na base apresentam algumas funções diferentes

QUICK MASKS(MÁSCARAS TEMPORÁRIAS)

Ao se “abrir o olho de um canal Alpha, a região fora de laço de seleção se cobre de uma cor programável (cujo default é vermelho com 50% de transparência). Se a região colorida correspondente à área não selecionada, não seria interessante se pudéssemos editá-la a fim de alterar a forma do laço de seleção? Esse é o principio básico das quick masks, que podemos chamar de “máscaras temporárias”.

LAYER MASK

A paleta Layers oferece um botão (o primeiro à esquerda, na base) que cria uma mascara conhecida por layer mask. Uma layer mask é um tipo especial de mascara através da qual controlamos o modo como diferentes regiões de um layer são exibidas ou escondidas. A vantagem disso é a possibilidade de poderem se aplicar diversos efeitos especiais ao layer sem afetar o pixels depositados sobre ele

O COMANDO LEVELS(NÍVEIS).

O comando levels (níveis, menu Imagem/Ajust; atalho Ctrl + L) permite que se ajuste o brilho, contraste e semitons em uma imagem. No processo, tentanmos balancear o nível de pixels das zonas highligts, midtones e shadows da imagem, buscando assim o seu equilíbrio tonal.

O COMANDO CURVES(CURVAS).

O comando Curves (menu Imagem/Adustar, atalho Ctrl + M) visa possibilitar o equilíbrio tonal da imagem utilizando um processo eminentemente gráfico, através de uma curva.

O COMANDO BRIGHTNESS/CONTRAST(BRILHO/ CONTRASTE)

Se não estiver muito preocupado com a precisão use o comando Brightness/Contrast do menu Image/Adjust. Através dele, os valores dos pixels da zanas highligts, midtones e shadows são todos ajustados simultaneamente, de maneira simples e rápida.

O COMANDO COLOR BALANCE(EQUILIBRIO DE CORES)

Depois de ter encontrado o equilíbrio tonal da imagem, passamos agora ao equilíbrio das cores, a fim de que permaneçam naturais. O comando Color Balance (manu Image/Adjust, Atalho Ctrl + cool.gif permite que se altere a mistura de cores na imagem, baseando-se no principio do disco de cores. Através dele fica mais fácil prever como a mudança em uma cor afetará as outras cores na imagem. Pelo disco podemos ver, por cair à quantidade de magenta (a cor oposta). Também é possível ver que proporção azul pode ser aumentada reduzindo-se a quantidade das duas cores adjacentes à cor oposta (amarelo): o verde e o vermelho. A combinação dos dois tipos de correção, o direito e o indireto são, inclusive, recomendáveis, para minimizar os efeitos do ajuste na saturação geral.

O COMANDO DESATURATE(REMOVER SATURAÇÃO)

O comando Desaturate (menu Imagem/Adjust, atalho Shift + Ctrl + U) remove o valor de todas as cores da imagem, convertendo-a numa imagem monocromática. Confira, ativando o comando Undo em seguida

O COMANDO HUE-SATURATION(MATIZ SATURAÇÃO)

O comando Hue/Saturation (menu Image/Adjust, atalho Ctrl+U) também utiliza como referência o disco de cores para ajustar o matriz (a cor), luminosidade e saturação (a pureza da cor) dos componentes de cada cor. O ajuste do matriz representa um movimento circular (em torno do centro) na superfície do disco, o ajuste da saturação representa um movimento no sentido do diâmetro do disco

O COMANDO REPLACE COLOR(SUBSTITUIR COR)

Suponha que deseje trocar a cor dos olhos da foto de um modelo. Substituindo o tom verde pelo azul, mantendo inalterado o resto das cores imagem. A tarefa de trocar apenas uma cor e uma imagem é facilitada graças ao comando Replace Color (menu Imagem/Ajustar), que atualiza uma máscara temporária baseada em uma ou mais cores especificadas. Uma vez criada a máscara, os valores de matriz, saturação e luminosidade podem ser ajustadas, alternadas assim as características da cor desejada

O COMANDO SELETIVE COLOR(COR SELETIVA)

As cores com que imprimimos uma imagem (as cores CMYK) são chamadas cores de processo. As cores com que trabalhamos são constituídas por quantidades balanceadas de cores de processo. Desse modo, tanto a cor de processo tanto a cor azul, por exemplo, quanto a cor vermelha contêm a cor de processo magenta. Através do comando Selective Color (menu Imagem/Ajustar) podemos, por exemplo, diminuir a qualidade de magenta presente na cor azul sem a cor vermelha, que também contém magenta,, seja alterada, obtendo assim um ajuste seletivo das cores.

O COMANDO INVERT(INVERTER)

O comando Invert (menu Imagem/Ajustar, Atalho Ctrl + I) cria um negativo da imagem, portanto é bastante pratico para inverte imagens digitalizadas em negativo. No processo, o valor luminosidade de cada pixel na imagem positiva com valor 50 é convertido para outro valor 205.

O COMANDO EQUALIZE(EQUALIZAR)

O comando Equalize (menu Imagem/Ajustar) faz com que o programa redistribua automaticamente os valores de luminosidade dos pixels da imagem tornando mais homogênea a escala de luminosidade. No processo, o valor mais baixo de luminosidade passa a ser considerado preto e o valor mais alto, branco. Os valores compreendidos entre esses dois limites são então ajustados de acordo.

O COMANDO POSTERIZE(POSTERIZAR)

O comando Posterize (menu Imagem/Ajustar) distribui em níveis os diferentes valores de tonalidade dos pixels da imagem. Estabelecido o número de níveis, o Photoshop verifica o valor de cada pixel e encaixa em um nível que mais se aproximar desse valor.

O COMANDO VARIATIONS(VARIAÇÕES)

O comando Variations (menu imagem/ajustar) permite que se ajuste visualmente o equilibrio das cores (Color Balance), constraste e saturação de uma imagem ou seleção. O ponto positivo desse utilizando-se uma interface puramente visual, através de Thumbnails.

Por: Brto²²